Pages Menu
TwitterRssFacebook
E-mail *
Categories Menu

Inserido por em Jul 24, 2014 em Tipo de Celulite, Tratamento para Celulite | 0 Comentários

Perigos da celulite bacteriana no BeBé e como tratar

A Erispela e a celulite são dois tipos de infecções que tem características bastante semelhantes e que se desenvolvem quando as bactérias acabam conseguindo passar pelas barreiras, invadindo assim e infectando os tecidos de ordem subcutânea.

A seguir iremos falar um pouco mais sobre a celulite bacteriana no bebé, que é uma lesão bastante parecida com a erisipela e que não tem a ver com as celulites de medicina estética.

Sobre as infecções de pele

O nosso principal e mais poderoso órgão de defesa é a pele. E é a pele quem poderá manter o nosso meio interior isolado, e impede ainda que possíveis germes de meio externo possam invadir o nosso corpo.

Todos objetos da natureza possuem muitas bactérias, vírus e também fungos, bem como outros tipos de germes da sua superfície. Caso não tivéssemos pele, os nossos órgãos iriam entrar em contato direto com estes germes, e assim teríamos uma infecção ao lado da outra. Não é de graça, ou para bonito, que os seres vivos possuem algum tipo de tecido que faça o seu papel de pele.

As celulites infecciosas surgem de origem bacteriana, e acabam acometendo diversos tipos de camadas interiores de sua pele, se aproveitando sempre de algum tipo de lesão da mesma, que poderá servir como uma porta de entrada para o problema. Caso este problema não seja tratado de forma adequada, as bactérias invasoras poderão migrar para outras partes corpo, dentre elas podemos citar a corrente sanguínea e os órgãos internos.

Fatores de risco para erisipela principalmente em bebês

Qualquer tipo de lesão que ocorra em bebês podem servir de porta de entrada para bactérias, o que se torna um fator de risco para desenvolver infecções de pele.

Dentre os problemas mais comuns, podemos citar cortes e feridas simples.

Eliminar Celulite

Pés de atleta e frieiras, eczemas, impetigo, a varicela e outros tipos de erupção de pele, como cataporas.

Espinhas e cravos, micoses de unhas, mordidas de animais, entre vários outros problemas. No caso dos bebês a falta de cuidados e higiene poderão ocasionar também este tipo de problema.

As causas do problema em bebês

São apenas duas bactérias que vivem na nossa pele que são responsáveis por pelo menos 80% dos casos de celulites infecciosas. Dentre elas podemos citar a streptococcus, e a staphylococcus. Na maioria das vezes a erisipela acontece devido ao Streptococcus quando a celulite pelo staphylococus. Isto não é uma regra, é uma espécie de generalização já que muitas outras bactérias diferenciadas poderão ser responsáveis por este quadro de doenças infecciosas.

Como tratar o problema

Para tratar o problema, todo o esquema inicial para estes tipos de infecções deverão ser feitos com antibióticos. Os esquemas iniciais criados devem incluir a utilização de drogas que tiver uma ação sobre os principais agentes causadores. Toda a escolha entre os antibióticos por via oral ou ainda venosa deverá ser realizada conforme toda a gravidade de seu caso. As lesões na face, lesões graves, ou ainda em pacientes que tenham uma imunossupressão.

Com estas dicas poderá controlar a celulite bacteriana no BeBé.

E-mail *


Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *